BLUEMED (Coordination and Support Action)

---

Este projeto tem como objetivo principal o desenvolvimento e implementação da agenda de pesquisa e inovação (Strategic Research and Innovation Agenda – SRIA) com vista à criação de empregos e o crescimento azul no Mediterrâneo.

O objetivo final do projeto BLUEMED é apoiar a ativação de inovação e crescimento azul sustentáveis, promovendo a integração dos conhecimentos e das partes interessadas relevantes dos Estados-Membros da bacia mediterrânica.
O projeto tem a duração de 4 anos e um orçamento de cerca de 3 milhões de euros, financiado pelo H2020. Envolve 11 parceiros de 9 países da área do Mediterrâneo, entre os quais a Direção-Geral de Política do Mar - DGPM, sendo a coordenação da responsabilidade do Centro Nacional de Pesquisa (CNR) Italiano.
Durante o desenvolvimento do projeto está previsto um grande envolvimento de todas as partes interessadas, através de 4 plataformas virtuais relacionadas com o conhecimento, os setores marinhos e marítimos, a capacitação, tecnologia e política.


Âmbito das Plataformas e resultados esperados

• Consolidar e atualizar SRIA (Strategic research and innovation agenda);
• Apoiar a priorização das ações da SRIA;
• Apoiar a discussão relativa à implementação comum de fundos;
• Contribuir para o plano de implementação da SRIA;
• Apoiar as ações do WP3 - análise de infraestruturas de investigação, dados e recursos humanos;
• Identificar e apoiar a seleção das ações “start-up” (WP4);
• Apoiar o diálogo do BLUEMED nos países do Mediterrâneo, não comunitários.

Cada plataforma terá um pivô nacional, estando atribuída à Associação das Indústrias Navais e coordenação Nacional da Plataforma Tecnológica.


Tarefas das Plataformas
Tecnologia e Capacitação no Mediterrâneo

• Principais barreiras e obstáculos ao desenvolvimento e utilização de novas tecnologias;
• A tecnologia aplicada ao desenvolvimento sustentável dos sectores tradicionais da economia marinha e marítima (incluindo a pesca, a aquicultura, o transporte marítimo e o património cultural);
• Necessidades tecnológicas para melhorar os dados e o conhecimento marítimo e marinho;
• Necessidades específicas de novos sectores fortemente impulsionados pela tecnologia (mineração, biotecnologia marinha);
Necessidades de tecnologia para plataformas multiusos.

Competências dos Pivôs Nacionais

Contribuir com a sua experiência para a operacionalização das plataformas a nível nacional de modo a alcançar uma abordagem compreensiva a toda a região do Mediterrâneo.
o Constituem a interface entre CSA (Coordination Support Action) e as partes interessadas a nível nacional.
o Funcionam como o espelho das plataformas a nível de cada país.
o Envolvem as partes interessadas para as tarefas das plataformas.
 Promover e coordenar reuniões a nível nacional.
 Apoiar a priorização no processo de implementação.
 Promover o “networking” a nível nacional.
 Apoiar a consolidação da SRIA na região do Mediterrâneo.
 Participação em 5 reuniões ao longo do projeto